Ultimate magazine theme for WordPress.

Filipe Nyusi exige ao SE esforços para o fim do terrorismo em Cabo Delgado

O Presidente da República, Filipe Nyusi, empossou hoje, os Secretários de Estado da Cidade de Maputo, Cabo Delgado e o membro do Conselho Superior de Comunicação Social. Na ocasião, Nyusi exigiu esforços ao Secretário de Estado de Cabo Delgado, António Supeia, no combate ao terrorismo .

O Presidente da República destacou a necessidade de garantia da assistência social e sanitária aos deslocados, o trabalho mútuo entre a Secretaria de Estado e o Instituto Nacional de Gestão de Desastres, o fomento do auto-emprego para jovens e a reconstrução das zonas destruídas pelos terroristas.

“A realidade que vai encontrar exigirá, de si, sacrifício, dedicação e empenho. Assim, para além do que orientamos ao seu colega da Cidade de Maputo, chamamos a prestar atenção a alguns aspectos, tais como, apoiar a implementação das medidas de segurança como a prioridade das prioridades, visando o retorno da normalidade dos distritos afectados pelos terroristas, monitorar os programas de assistência das populações deslocadas das zonas afectadas pelo terrorismo, assegurar a assistência social básica, garantindo a protecção e assistência psicosocial aos grupos vulneráveis, prosseguir com o trabalho de articulação com o Instituto Nacional para a Redução de Riscos e Desastres e com a Agência de Desenvolvimento Integrado do Norte, na implementação do plano de acção de assistência humanitária, assegurar em concertação com todas as forças vivas da sociedade, que os distritos afectados não fiquem despovoados ou ocupados pelos terroristas e seus seguidores, motivar os jovens a ter sua recompensa baseada no trabalho e uma ocupação sã”, disse Nyusi.

Já ao Secretário de Estado da Cidade de Maputo, Vicente Joaquim, Filipe Nyusi recomendou que trabalhasse em estreita colaboração com o Conselho Autárquico da Cidade de Maputo, no processo de ordenamento da autarquia, incentivar o desenvolvimento da agricultura, a monitoria e implantação das medidas de prevenção contra a COVID-19.

Mas não terminou por aí, o Chefe de Estado recomendou aos empossados que optassem por uma conduta íntegra, recorrendo à legislação e uma profunda auscultação para a tomada de decisões, trabalhar em sintonia com as autoridades locais e outros órgãos eleitos.

O PAIS

você pode gostar também