Ultimate magazine theme for WordPress.

Primeiro transplante de pulmão de dadores vivos realizado no Japão

Uma mulher japonesa tornou-se na primeira pessoa no mundo a receber um transplante de pulmão de dadores vivos devido a complicações provocadas pela Covid-19.

De acordo com a Associated Press, a operação – que demorou cerca de 11 horas – foi realizada no Hospital de Quioto, no Japão, e contou com uma equipa de 30 cirurgiões e profissionais de saúde.

A paciente, natural de Kansai, cuja identidade permanece anónima, recebeu o transplante de pulmão do marido e do filho.

Apesar dos riscos associados à perda de capacidade deste órgão, os dois familiares fizeram uma decisão histórica ao doar partes dos pulmões à mulher.

“Penso que existe uma grande esperança neste tratamento, no sentido em que cria uma nova opção. Uma em que não se está dependente da lista dos transplantes”, defendeu Hiroshi Date, o cirurgião que coordenou toda a inovadora intervenção.

A mulher que foi submetida à operação ficou doente com Covid-19 no final do ano passado e acabou por sofrer uma pneumonia porque os seus pulmões mirraram devido ao novo coronavírus. A japonesa passou meses ligada a uma máquina que fazia o trabalho que os seus pulmões já não conseguiam realizar.

Pai e filho encontram-se bem de saúde e a recuperar da cirurgia, bem como a mulher que está, neste momento, internada nos cuidados intensivos e que, se tudo correr bem, deverá ter alta daqui a oito semanas.

Para a realização desta operação, o hospital em causa passou anos a criar e aperfeiçoar a técnica da intervenção.(NMinuto)

você pode gostar também
error: Content is protected !!