X
    Categories: Nacional

MDM diz que “não há espaço” para indicação de presidente interino do partido

O PORTA-VOZ do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Sande Carmona, disse ontem (25) que não há espaço para indicação de um presidente interino do partido, após a morte, na segunda-feira (22), do líder da força política vítima de doença.

“Não há espaço aqui, isso é minha interpretação dos estatutos, para indicação de um presidente interino porque os órgãos todos estão em pleno funcionamento”, referiu Sande Carmona, em declarações à comunicação social na cidade da Beira, província de Sofala.

Segundo o porta-voz do MDM, actualmente, o partido está “preocupado com a realização do velório e de um funeral condigno para o seu presidente”, acrescentando que as actividades da força política vão continuar a decorrer sob orientação do secretariado, até que a comissão política e o conselho nacional do partido agendem um congresso extraordinário.

O corpo de Daviz Simango chegou, na noite de ontem, à cidade da Beira e foi recebido por familiares, representantes do governo e do Estado, além de centenas de munícipes que o esperavam nas proximidades do aeroporto desde às primeiras horas da manhã.

Hoje decorre, desde a manhã, o velório na Praça do Município da cidade da Beira, a que se seguirão as cerimónias oficiais, amanhã (27).(Jornal Noticias)

Postagem Relacionada
Receba os principais destaques no Whatsapp

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.

Saiba mais