Ultimate magazine theme for WordPress.

China regista casos de covid-19 importados de Portugal e Moçambique

A China registou no domingo dois casos importados de covid-19 de países lusófonos, tratando-se de uma mulher vinda de Portugal e um homem vindo de Moçambique, ambos cidadãos chineses.

Segundo a Comissão Provincial de Saúde de Shaanxi, a província do noroeste da China detetou no domingo três casos importados de covid-19.

Num comunicado, a comissão revelou que um dos casos envolve uma chinesa de 42 anos que voou de Lisboa para Xi’an, capital de Shaanxi, a 3 de janeiro.

A mulher acabou por mais tarde fazer um teste positivo para o novo coronavírus, que provoca a covid-19, já durante o período de isolamento.

A chinesa desenvolveu sintomas de covid-19 e está atualmente a ser tratada num hospital da província.

Também no domingo, a Comissão de Saúde de Guangdong, província adjacente a Macau, anunciou a deteção de um caso de covid-19, um cidadão chinês oriundo de Moçambique.

Num comunicado, a comissão revelou que o homem de 49 anos passou pelo Maláui, de onde voou para a Quénia e finalmente para Guangzhou, a 2 de janeiro.

Apesar de ter feito um teste negativo ao novo coronavírus, ao aterrar na capital de Guangdong, o passageiro fez mais tarde, durante o período de isolamento, um teste positivo.

O homem foi, entretanto, transferido para um hospital de Guangzhou devido a problemas respiratórios.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.031.048 mortos resultantes de mais de 94,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Segundo a Comissão Nacional de Saúde da China, o país registou até domingo 88.336 casos de covid-19 e 4.635 mortes.(LUSA)

você pode gostar também
error: Content is protected !!