Donald Trump condena veemente os atos de violência no Capitólio, diz porta-voz

A porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, afirmou hoje que a administração do Presidente cessante dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou os atos de violência ocorridos quarta-feira no Capitólio, considerando-os aterradores e opostos à maneira de ser norte-americana.

Quero ser clara: a violência a que assistimos ontem [quarta-feira] no Capitólio foi terrível, repreensível e contrária aos valores americanos”, afirmou McEnany, num breve discurso, citado pela agência AP.

A porta-voz da Casa Branca garantiu ainda que existe um compromisso para que haja uma transição ordenada de poder para a administração do Presidente eleito, Joe Biden e fez uma distinção entre os “motins violentos” no Capitólio e os apoiantes de Trump que assistiram ao comício do presidente em Washington, momentos antes.

Donald Trump ainda não criticou publicamente os atos de violência no Capitólio.

O Presidente cessante Donald Trump é acusado de ter sido o mentor da iniciativa que levou um grupo dos seus apoiantes a entrar em confronto com as autoridades, invadindo o Capitólio, em Washington, na quarta-feira, enquanto os membros do congresso estavam reunidos para formalizar a vitória do Presidente eleito, Joe Biden, nas eleições de novembro.

Pelo menos quatro pessoas morreram na invasão do Capitólio, anunciou a polícia, que deu conta de que tanto as forças de segurança, como os apoiantes de Trump utilizaram substâncias químicas durante a ocupação do edifício.(LUSA)