Homens com Covid-19 podem ter disfunção erétil, a longo prazo diz médica

Para além dos problemas respiratórios já conhecidos, a Covid-19 pode deixar outro efeito secundário de longo prazo nos homens: disfunção erétil.

A questão foi trazida a público pela médica americana Dena Grayson. De acordo com a especialista, citada pelo New York Post, sabe-se que a doença provocada pelo novo coronavírus “pode ter efeitos de longo prazo para a saúde, nomeadamente complicações neurológicas. Para os homens, há também uma preocupação real adicional: o facto de poderem sofrer de disfunção erétil a longo prazo, porque sabemos que o vírus causa problemas na vasculatura”.

Recorde-se que, em junho, o cardiologista Eric Topol revelou à Reuters que, para além do impacto do vírus no trato respiratório, a Covid-19 “vai atrás do pâncreas, do coração, dos rins, do cérebro, do fígados e de outros”.

Além do desconforto ao nível respiratório, os pacientes infetados pelo novo coronavírus podem ainda apresentar coagulação no sangue, que pode levar a derrames e inflamações que atacam os órgãos. Complicações neurológicas – desde dores de cabeça, perda de olfato e paladar e convulsões – estão também associado a este novo vírus.(NMinutos)