Governo vai atribuir novas certidões de nascimentos a deslocados de Cabo Delgado

Com os ataques terroristas em Cabo Delegado, milhares de pessoas abandonaram os seus locais de residência, deixando tudo para trás, incluindo documentos de identificação. O Ministério da Justiça vai dentro de dias iniciar a emissão de novas certidões para todos os deslocados.

Segundo a Ministra da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, Helena Kida, o pelouro já fez o levantamento de todas pessoas que necessitam de novos documentos e apurou que pelo menos 300 mil, vão receber novas certidões de nascimento. Kida, reconhece que o número pode ser maior que o anunciado, mas diz que o pelouro está preparado para atender um número maior de pessoas.

Helena Kida diz que pretende-se com a iniciativa devolver as pessoas, a possibilidade de ter os seus direitos “não é possível ter BI sem ter a certidão de nascimento, então, nós queremos dar a essas pessoas, o direito delas terem direito, como sabe esses deslocados vão receber terras parceladas e sem documentos não será possível fazer o registo” disse Helena Kida.

A governante falava a margem do VI Conselho Coordenador do Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos que terminou na noite deste sábado na Cidade da Maxixe.

O PAIS