Huawei quer convencer rivais chinesas a afastarem-se do Android

Ainclusão na ‘lista negra’ dos EUA ditou que a Huawei ficasse impedida de recorrer aos serviços da Google, levando a empresa chinesa a apostar nas suas próprias apps e serviços, o Huawei Mobile Services. Em simultâneo, a Huawei tem desenvolvido o sistema operativo Harmony OS que em 2021 substituirá o Android nos smartphones da marca.

Porém, diz o Android Headlines que a Huawei não planeia ficar-se por aqui e tem intenções de tentar convencer outras fabricantes de smartphones Android na China de adotarem o Harmony OS. O presidente dos Serviços de Cloud de Consumidor, Zhang Ping An, comentou já que estão a decorrer negociações com outras empresas para a adoção do Harmony OS.

Por enquanto ainda se trata apenas de uma hipótese e nem são conhecidas as empresas com que a Huawei tem tido estas negociações. No entanto, fica claro que bastaria uma marca como a Xiaomi adotar o Harmony OS no mercado chinês para o Android começar a ser afetado.(NM)