Portuguesa violada e morta em assalto na África do Sul

Uma portuguesa de 63 anos foi violentamente agredida num assalto à mão armada no norte do Kwazulu-Natal, África do Sul, acabando por morrer no hospital. Segundo o cônsul honorário de Portugal em Durban, Elias de Sousa, “vários indivíduos assaltaram a casa” da mulher, que foi violada, tendo sido transportada ainda com vida para o hospital, onde acabou por morrer.

O caso ocorreu no sábado em Vryheid, uma pequena cidade mineira a cerca de 350 quilómetros a norte de Durban. A vítima foi identificada como Filomena Santos, cuja família é originária da zona de Leiria, mas que estava emigrada na África do Sul há mais de 60 anos.

Para o cônsul honorário a “maior preocupação neste momento é o funeral” da mulher, que “vivia sozinha” e com “muitas dificuldades”. O comandante da esquadra da Polícia de Vryheid, B.B. Ndlovu, disse na segunda-feira não ter registo deste crime. “Desconheço a ocorrência, não foi reportada à nossa esquadra”, garantiu o responsável.(CM)