Israel reduz salários de ministros e deputados

O Governo de Israel aprovou uma redução de 10% aos salários dos ministros e deputados no quadro das medidas de combate à crise económica provocada pela pandemia de covid-19 e que foi agravada pelo segundo confinamento em curso.

“Todos devemos assumir a ‘carga’ e nós, como ministros, também devemos estar em sintonia com os passos que vamos dar frente a uma realidade difícil”, disse o chefe do Governo Benjamin Netanyahu.

O Executivo também autorizou a suspensão dos aumentos salariais do próximo ano para os deputados, ministros e chefe de Governo e admite cortes nos salários de outros altos funcionários da administração pública israelita.