Pacote endereçado a Donald Trump com veneno intercetado

Um envelope cujo destinatário era Donald Trump, que continha o veneno ricina, foi intercetado pelas autoridades no início desta semana, segundo o canal de televisão norte-americano CNN, que cita dois oficiais da polícia.

O jornal norte-americano The New York Times, dá conta de que ainda não é possível saber se o envelope foi intercetado antes de ter chegado à Casa Branca, mas os investigadores federais acreditam que terá sido enviado do Canadá.

A ricina é uma proteína presente nas sementes da mamona, uma das plantas mais tóxicas do mundo.

O FBI e os Serviços Secretos já estão a investigar o caso.