fbpx

Não é preciso que Mr.Bow cante em português para ser escutado em todo o país

Há tempos atrás, os artistas como Soul Brothers, Brenda, Mafikizolo, Kulenhane, Ricky Ross, entre outros artistas internacionais, foram uma grande referência em Moçambique, o país inteiro dançou e cantou as músicas que não são cantadas em português, mas sim em inglês e Xizulo, e outras línguas como chinês.

O músico Moçambicano, Mr.Bow nos últimos tempos tem sofrido muitas críticas e acusações, alguns que não têm conhecimento sobre o nível académico do músico, acreditam que ele canta em Changana, porque não estudou, mas acontece que não é bem assim, mas os Moçambicanos não gostam de valorizar o que é do seu próprio país.

Pois existe mais pessoas que gostam de criticar do que as que elogiam. Mas porque Mr.Bow deve cantar em português para ser escutado em todo o país, enquanto que os mesmos fãs escutam músicas chinesas, Latinas, inglesas, espanhóis?

O título de exemplo de que não é necessário, que Mr.Bow cante em português, é que a música não tem fronteira, motivo pelo qual que o músico coreano Psy, autor da música gangnam style foi uma das canções mais tocadas em todo o mundo, mas não foi uma música cantada em língua portuguesa, mas sim em chinês. Mas a mesma música foi cantada e ouvida no território Moçambicano.

Na zona Sul, Centro e Norte Mr.Bow é totalmente conhecido, e as suas músicas são escutadas em todo o país, inclusive fora de Moçambique é escutado. Mas há quem defende que para ser referência em todo o país, é necessário que mude de linguagem.

Nascemos e crescemos a escutar, as músicas do Isaú Meneses, entre outros artistas, mas o que eles falam nas músicas, não percebemos. Mas o vídeo em si já é explicativo.

Sobre Mr.Bow, a maioria das suas músicas são cantadas em dialeto local da província de Gaza, e algumas tem legendagem, que facilita que as pessoas que não entende a sua linguagem, possam ler a legenda, e não só, para quem já prestou atenção, os seus vídeos falam por si.