Ar condicionado ajuda a transmitir a Covid-19

Ar seco e espaços com ar condicionado podem ajudar a espalhar o novo coronavírus. Estes são os resultados de uma análise feita por investigadores alemães e indianos, que estudou o papel da humidade relativa na transmissão de infeções.

A humidade relativa refere-se à quantidade de água na [passster password=”22″]forma de vapor que existe na atmosfera no momento em relação ao total máximo que poderia existir, na temperatura observada.

“O papel da humidade parece ser extremamente importante para a disseminação da Covid-19 no ar em ambientes internos”, relataram os investigadores no site do Instituto Leibniz de Pesquisa Troposférica da Alemanha (TROPOS).

Os cientistas, que esmiuçaram 10 estudos internacionais sobre a gripe suína e outras doenças infecciosas, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), descobriram que a humidade afeta um vírus de três maneiras: tamanho da gota, como as gotas flutuam e como as gotas pousam na superfície.

Em salas mais húmidas, as gotículas de vírus tornam-se mais pesadas e caem mais rápido “proporcionando menos chances para outras pessoas respirarem em gotículas virais infecciosas”, escreveu a equipa, citada pelo NY Post. O ar seco faz as gotículas encolherem e ficarem suspensas, formando a “rota ideal” para a transmissão. A baixa humidade também seca as membranas mucosas do nariz, facilitando a entrada do novo coronavírus, dizem.

Assim, os espaços devem ter uma humidade relativa de 40% a 60% – abra as janelas para evitar que o vírus se espalhe.(NMinutos)[/passster]