Polícia mata jovem por alegada desobediência em Maputo

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Um agente da polícia moçambicana baleou mortalmente um jovem que estava alegadamente a desobedecer as regras do estado de emergência no município da Matola, disse hoje à Lusa fonte policial.

Avítima, de 27 anos, foi baleada no domingo após envolver-se numa luta contra dois agentes da polícia, que terão alegadamente o flagrado a consumir bebidas alcoólicas com um grupo de amigos num estabelecimento no bairro do Fumento, no município da Matola, disse Juarce Martins, chefe provincial de relações públicas da Polícia da República de Moçambique (PRM)

“O agente está detido e o processo está agora na procuradoria”, disse Juarce Martins, acrescentando que, embora estivesse em serviço, o agente da polícia que baleou a vítima não foi designado para patrulhar aquela área.

Este é o segundo caso, neste mês, em que agentes da polícia alvejam mortalmente um jovem por alegadamente desobedecer as regras do estado de emergência no município da Matola, após um incidente similar a 06 de julho.

Leia Também: Vacina contra a Covid-19 deverá custar entre 50 a 60 dólares