Vacina contra Covid-19 vai estar pronta em novembro para produção em massa

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A vacina moderna, feita para combater o coronavírus, vai estar pronta em novembro.

A informação é avançada pelo diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci que garante que vai querer quebrar o recorde mundial da velocidade de desenvolvimento de uma vacina, garantindo ainda que haverá centenas de milhares de doses no início de 2021, segundo avança o jornal espanhol El Mundo.

“A prioridade era a velocidade, mas sem comprometer a segurança”, disse a CEO da empresa de biotecnologia moderna, Stéphane Bancel, que a empresa tem vindo a preparar e cuja terceira fase do ensaio clínico teve início hoje.

Aos representantes do Instituto Nacional de Saúde (NIH) dos EUA, a empresa revelou que tem por objetivo otimizar a produção da vacina, por forma a conseguir “fabricar centenas de milhares”.
“Esperamos ter os primeiros dados sobre a eficácia da vacina no final do verão e os resultados definitivos em novembro”, confirmou Fauci.”Estamos a quebrar um recorde mundial no desenvolvimento de uma vacina”, continuou.

Recorde-se que esta terceira fase do ensaio clínico acontece seis meses de se registar a presença do vírus, cuja origem veio da China, no final de janeiro. “Estamos a quebrar um recorde mundial no desenvolvimento de uma vacina”

Segundo os responsáveis pelo projeto, contrariamente aos concorrentes diretos no desenvolvimento da vacina (China e Reino Unido), não foram divulgados os resultados da segunda fase devido à rapidez com que tudo tem sido desenvolvido.

No que diz respeito à testagem, Fauci espera que em poucas semanas, metade dos voluntários possam testar a vacina (o que representa 15 mil pessoas).

CM

Leia Também: Bill Gates nega acusações de estar por detrás da pandemia de covid-19