Igrejas interditas de realizar cultos até a decisão final do Governo Moçambicano

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

As Igrejas continuam interditas de realizar cultos, devendo aguardar pela decisão final do Governo, que poderá ser anunciada dentro de dias.´

A informação foi dada esta quinta-feira em Maputo pelo vice-ministro da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, Filimão Suazi.

“Da avaliação do médio termo a ser feita por Sua Excelência o Presidente da República a meio deste mês, uma decisão concreta será tomada relativamente ao reinício ou não dos cultos e cerimónias religiosas. Nesta altura, porque existe uma lista de verificação de uma séria de condições para a retoma dos cultos, que foi emanada pela comissão técnico-científica, caberá as igrejas apoiarem-se nesta listas e aspectos a serem verificados minuciosamente e procederem a comunicação junto do Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos do ponto de situação de cada uma delas relativamente ao seu grau de preparação para a retoma dos cultos, de modo que aquando da decisão a ser tomada na avaliação do médio termo, se prosa proceder em conformidade“, frisou.

Filimão Suázi frisou que enquanto se aguarda pela autorização do executivo para a realização de cultos religiosos, as igrejas são desafiadas a harmonizar as recomendações deixadas pela Comissão Técnico-científica sobre a matéria. (RM)