Vendedores do Mercado Grossista do Zimpeto ignoram ordens do Conselho Municipal

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Vendedores do Mercado Grossista do Zimpeto ignoram ordens do Conselho Municipal da Cidade de Maputo e tomam de assalto o espaço onde foram removidas as bancas há uma semana.

Em sacos improvisados, os retalhistas colocam os seus produtos à venda, sem observância das medidas de higiene. Uma autêntica ameaça à saúde pública em tempos da COVID-19.

Quando chegam os fiscais instala-se a confusão. Aliás, tem sido esta luta diária em que se submetem alguns vendedores do Mercado Grossista do Zimpeto, em Maputo e não faltam desculpas.

“Nós sabemos que é proibido, mas não temos alternativa. Não vamos morrer de COVID-19, mas sim de fome”, disse Matilde Mbalate.

Sem um desfecho à vista, o Conselho Municipal da Cidade de Maputo não recua e opta por reter os produtos vendidos à revelia.

O PAIS