Empresa chinesa constrói fábrica de cerâmica em Moçambique

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O grupo chinês Keda Industrial Co Ltd recebeu um empréstimo da Corporação Financeira Internacional, o órgão do Banco Mundial para o setor privado, que será parcialmente usado para construir uma fábrica de cerâmica em Moçambique.

Num comunicado enviado à Bolsa de Valores de Xangai na quinta-feira, a fabricante chinesa revela que o empréstimo atinge 165 milhões de dólares (146,7 milhões de euros), sendo que 33,5 milhões estão reservados para uma fábrica de azulejos e placas cerâmicas em Moçambique.

O restante dinheiro será usado para construir fábricas semelhantes nos Camarões e na República Democrática do Congo para responder à crescente procura por materiais cerâmicos na indústria africana da construção civil, refere a Keda.

A empresa já opera quatro fábricas de azulejos no Quénia, Gana, Tanzânia e Senegal.

Segundo o Boletim da República de Moçambique, o grupo industrial chinês registou em novembro passado uma subsidiária local, a Keda (Mozambique) Ceramics Company Ltda., dedicada à atividade industrial, exploração mineira, e importação e exportação.

(LUSA)