AR moçambicana debate hoje estado de emergência por videoconferência

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A Assembleia da República de Moçambique reúne-se hoje através de videoconferência para debater o decreto presidencial que propõe a prorrogação do estado de emergência para prevenção da covid-19, anunciou fonte parlamentar.

Aprorrogação foi anunciada na noite de domingo pelo Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e deverá entrar em vigor às 00:00 de terça-feira, por mais 30 dias.

Para tal, aguarda-se a ratificação pela AR na reunião de hoje à tarde.

Apenas os deputados dos círculos eleitorais da cidade e da província de Maputo estarão presentes nas instalações do parlamento, na capital, enquanto os eleitos dos restantes nove círculos do país vão participar a partir de salas ligadas em direto.

O chefe de Estado anunciou no domingo a prorrogação do estado de emergência pela terceira vez – o máximo previsto na Constituição – com levantamento faseado de algumas restrições.

As escolas vão reabrir faseadamente, voltará a haver ligações aéreas internacionais com alguns países, será permitido mais pessoal nos locais de trabalho e os museus poderão reabrir.

Todas as medidas terão de seguir o cumprimento de medidas de prevenção relativas a distanciamento social, lavagem de mãos, uso de máscara e redução da mobilidade.

Moçambique tem um total acumulado para 859, com cinco óbitos e 228 recuperados.(LUSA)