Viúvo de ex-padre gay recebe 165 mil euros do seguro de vida

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O caso deu muito que falar: um padre inglês, Philip Clements, deixou o sacerdócio e assumiu-se como homossexual. O vigário acabou por conhecer Florin Marin, 54 anos mais novo, e apaixonou-se imediatamente. O ex-padre casou com o jovem romeno e, apesar de uma série de eposódios de alegadas traições, a relação parecia correr de feição. Acontece que Philip Clements, que sofria de uma série de problemas de saúde, acabou por morrer durante a pandemia.

Segundo revelou o viúvo, o inglês terá ficado sem comprimidos, o que contribuiu para o agravamento da sua condição. O homem acabou por ser levado para o hospital, onde acabou por morrer. Deixou uma pequena fortuna ao viúvo, Florin, mas à família – que não via com bons olhos o casamento do ex-padre – deixou apenas duas fotografias.

Depois de se concluir que o idoso morreu devido ao estado de saúde debilitado, e que não estava infetado com o novo coronavírus, Florin Marin já pode receber o seguro de vida, no valor de 165 mil euros. O jovem terá ainda direito a uma pensão vitálicia de 2500 euros por mês e a um apartamento em Bucareste, avaliado em 130 mil euros.

A morte do idoso gerou uma verdadeira guerra familiar, uma vez que Marin proibiu a presença de qualquer familiar de Philip nas cerimónias fúnebres. “Eles não mereciam, sempre me chamaram sanguessuga e diziam que eu só estava com ele por causa do dinheiro. O Philip vai estar no meu coração para sempre”, afirma o modelo em entrevista ao The Sun, adiantando que, “depois de espalhar as cinzas” do ex-marido está “pronto para voltar a encontrar o amor”. “Só tenho 27 anos. A minha vida toda ainda está à minha frente. Espero voltar a encontrar alguém bom. Mas não espero alguma vez voltar a encontrar alguém como o Philip”, finaliza o viúvo.

CM