Coreia do Norte suspende ações militares contra a Coreia do Sul

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, suspendeu os seus planos militares para uma retaliação não especificada contra a Coreia do Sul, anunciou na terça-feira a televisão estatal daquele país.

Segundo a agência AP, após ter declarado que as relações entre os dois países estavam totalmente cortadas, a Coreia do Norte ameaçou na semana passada desencadear ações militares não especificadas contra o Sul.

A Coreia do Norte censurou ainda Seul pela falta de progresso na cooperação bilateral e por não ter travado ativistas contra Pyongyang de enviar folhetos pela fronteira.

A Agência Central de Notícias da Coreia do Norte revelou que Kim Jong-un presidiu na terça-feira a uma reunião da Comissão Militar Central do Partido dos Trabalhadores, onde anunciou a suspensão dos planos militares contra a Coreia do Sul que tinham sido apresentados pelos líderes militares de Pyongyang.

O órgão de comunicação estatal não especificou a razão da decisão.
A Coreia do Norte costuma aumentar a pressão contra o país do Sul quando não consegue o que quer dos Estados Unidos. (LUSA)