Índia felicita Moçambique pelo resgate do empresário Rizwan Adatia

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, felicitou hoje as autoridades de Moçambique pelo resgate do empresário e filantropo de origem indiana Rizwan Adatia, que foi mantido em cativeiro durante 21 dias nos arredores de Maputo.

Narendra Modi felicitou as autoridades moçambicanas “pelo facto de, em pouco tempo, terem devolvido ao convívio normal Rizwan Adatia” durante uma conversa telefónica com chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, refere um comunicado divulgado na página do Facebook do Presidente de Moçambique.

Rizwan Adatia foi raptado no dia 30 de março por quatro indivíduos armados junto a um semáforo no Bairro de Fumento, nos arredores de Maputo, e as autoridades o resgataram 21 dias depois num um cativeiro no bairro de Mulotane, no distrito de Boane, a 43 quilómetros do centro da capital moçambicana.

Rizwan Adatia lidera o grupo Cogef, sediado em Maputo, com 35 supermercados grossistas (cash&carry), 190 lojas, quatro unidades industriais e mais de 3.500 funcionários em nove países africanos.

Além disso, tem a Rizwan Adatia Foundation, uma organização sem fins lucrativos focada na redução de desigualdade na educação, saúde e desenvolvimento económico em comunidades da Ásia e África.

Além de felicitar Moçambique pelo resgate do filantropo, Narendra Modi manifestou a intenção de apoiar Moçambique no combate à covid-19, disponibilizando medicamentos, e assinalou aspetos positivos da cooperação entre os dois estados.

“Reiterámos o interesse comum de cooperar nas áreas da agricultura, agro-processamento, infraestruturas, energia, saúde e nas trocas comerciais”, acrescenta o comunicado do chefe de Estado moçambicano.(LUSA)