Morreu médico chinês cuja pele ficou escura devido a coronavírus

Um médico chinês, cuja pele de repente ficou escura depois de ficar gravemente doente com coronavírus, morreu depois de combater a infeção durante quase cinco meses.

De acordo com o Daily Mail, Hu Weifeng, que ficou infetado em janeiro, morreu num hospital em Wuhan, na China.

O médico de 42 anos foi tratado nos cuidados intensivos durante mais de um mês antes de perder a vida devido a complicações provocadas pelo coronavírus.

O urologista era colega do denunciante da Covid-19, Li Wenliang, que foi repreendido pela polícia por fazer soar o alarme do vírus e depois morreu da doença. Ambos trabalhavam no Hospital Central de Wuhan.

Um porta-voz tinha já esclarecido que o tom de pele anormal do Dr. Hu foi causado por um antibiótico administrado durante o tratamento.

Um dos colegas de Hu, Yi Fan, cuja pele também ficou escura devido ao coronavírus, recuperou completamente depois de adoecer ao mesmo tempo.

CM