Os encarregados devem ir buscar fichas nas escolas diz Ministra da Educação

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O objectivo é de evitar que as crianças fiquem contaminadas pela COVID-19, tendo em conta que os adultos é se protegem melhor da doença e tem maior consciência a respeito.

Na sessão de ontem no Parlamento, Carmelita Namashulua, ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, explicou que “O adulto tem discernimento suficiente para observar todas as medidas cautelares definidas pelas autoridades de saúde”. Namashulua respondia assim à questão dos deputados segundo a qual as fichas físicas não seriam meio de propagação da Covid-19?

A governante defendeu que para ultrapassar este risco, as escolas estão orientadas a privilegiar o ensino à distância, entretanto, tendo em conta que parte das famílias moçambicanas não tem recursos materiais e domínio das tecnologias para o efeito, Carmelita Namashulua diz que não se tem como banir as fichas físicas.

OPAIS