Covid-19 pode causar “danos na placenta” das grávidas, avisam médicos

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Adescoberta surge após a realização de um estudo que revelou que a doença pode provocar “danos na placenta” – que atua como o ventilador ‘personalizado’ do feto.

O novo estudo, publicado no American Journal of Clinical Pathology, refere que esses ferimentos podem provocar algumas anormalidades na circulação de sangue entre as mães e os bebés.

Contudo, os médicos asseguram que estes ferimentos não parecem causar danos no bebé.

Os investigadores examinaram a placenta de 16 mulheres que haviam testado positivo para o coronavírus SARS-CoV-2 durante a gravidez.

Exames patológicos revelaram evidências de danos na placenta.

Mas, notavelmente, a equipa afirmou que esses danos não pareciam acarretar consequências negativas para a saúde dos bebés recém-nascidos; porém, acrescentou que gestantes com um historial de coronavírus requerem um acompanhamento mais rigoroso por parte dos médicos.

O Royal College of Obstetricians and Gynaecologist, no Reino Unido, salienta que a maioria das grávidas infetadas com o SARS-CoV-2 tiveram uma gravidez normal e saudável e que os bebés nasceram bem e sem sequelas aparentes.

Os especialistas sublinharam igualmente que as gestantes não apresentam um risco acrescido de sofrerem abortos espontâneos devido à Covid-19, e que até ao momento não existem provas científicas de que a doença contribua para o término involuntário da gravidez.

(Noticias ao minuto)