UEM reforça capacidade de testagem de casos de Covid-19

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A universidade Eduardo Mondlane está a reforçar a sua capacidade de testagem de casos suspeitos da Covid-19.

Numa primeira fase, a universidade, através do centro de biotecnologia tem estado a receber em média cento e cinquenta amostras, podendo aumentar a sua capacidade para perto de trezentas.

O facto foi anunciado esta quinta-feira, pelo Reitor da Universidade Eduardo Mondlane, Orlando Quilambo, que está a visitar as diferentes instituições subordinadas para a avaliação do seu plano de acção e prevenção no âmbito da Covid-19.

O centro de biotecnologia está a trabalhar com o Instituto Nacional de Saúde em resposta a um convite formulado por esta dispor de capacidade de análise e diagnóstico reconhecido pela Organização Mundial da Saúde.

Director do centro de biotecnologia, Joaquim Saide, disse que o trabalho de diagnóstico da Covid-19 tem as suas exigências e particularidades.

Na agenda de Orlando Quilambo está em vista a faculdade de engenharia e de ciências onde decorrem testes sobre túneis de desinfecção e outros materiais. (RM)