Conselho Municipal de Maputo constrói mercado para venda de roupa usada

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

As obras de construção de bancas para albergar vendedores informais da baixa, iniciaram, recentemente, no Centro Transmissor de Laulane, situado no bairro com mesmo nome, na cidade de Maputo.

O espaço pertencia a empresa Aeroportos de Moçambique, mas foi atribuído ao Conselho Municipal de Maputo (CMM) para a construção de um Mercado para acolher vendedores informais.

Numa primeira fase o novo mercado vai albergar vendedores de roupa usada, vulgo “calamidade”, pelo facto de estes justificarem que as bancas existentes nos mercados municipais não facilitam para a prática deste tipo de negócio.

Firmino João, director de Mercados e Feiras no município de Maputo, indicou que no local foi demarcado um espaço, dividido em seis blocos, onde já decorem obras de construção de mais de 960 bancas, adaptadas para venda de roupa.

Acrescentou que edilidade está a trabalhar, igualmente, visando assegurar que o novo mercado disponha de condições para a prática do negócio tais como sanitários, água e energia, sem avançar o orçamento,

Contudo, o director apelou aos restantes vendedores informais, sobretudo de hortícolas, a ocupar as bancas disponíveis nos mercados municipais.(JN)