Cientistas descobrem medicamento que pode prevenir e curar coronavirus

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Cientistas do Instituto Karolinska, na Suécia, do Instituto de Bioengenharia da Catalunha, em Espanha, do Instituto de Ciências da Vida da Universidade de British Columbia, no Canadá e do Instituto de Biotecnologia Molecular da Academia de Ciências da Áustria, estão atualmente a testar um medicamento que recorre a rins minúsculos gerados a partir de células estaminais mesenquiais e que poderá ser a chave para prevenir e curar a Covid-19.

Apesar do fármaco potencialmente revolucionário ainda se encontrar num estágio inicial de testes, os investigadores creem que poderá bloquear a propagação no organismo do Sars-coV-2, causador da Covid-19, numa fase inicial da doença.

O estudo publicado no periódico científico Cell, relata como os investigadores apuraram a forma como o novo coronavírus atua e infeta as células dos rins nos seres humanas, e consequentemente decidiram testar a droga.

Pesquisas prévias concluíram que quando o Sars-coV-2 infeta uma célula usa uma proteína ‘spike’, também denominada por S. Esta proteína associa-se por sua vez ao recetor ACE2. Neste momento o intuito da comunidade médica e científica de todo o mundo é encontrar uma forma de evitar essa junção fatal para o ser humano, e daí discernir um modo de prevenir a infeção da Covid-19 e encontrar uma cura.(Noticias ao minuto)

 

Leia Também: Mulheres têm maior probabilidade de sobreviver a coronavírus