Polícia impede informais de vender nos passeios na Baixa da cidade de Maputo

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

As autoridades policiais estão desde a madrugada de hoje a fazer cumprir a norma de que proíbe a venda informal da baixa da cidade de Maputo, que decorre desde o dia 13 do mês em curso.

Depois dos tumultos vividos no dia 13, as autoridades mudaram a sua estratégia, envolvendo vários ramos da Polícia, que inclui a Municipal, Protecção, anti-motins, canina e Unidade de Intervenção Rápida.

Segundo informa jornal Noticias, a operação começou por volta das 22 horas, de ontem, quando os agentes da Polícia Municipal recolheram centenas de bancas, concretamente, na avenida Guerra Popular, Av. 25 de Setembro, Av. Karl Marx, Av. Zedequias Manganhela, Av. Filipe Samuel Magaia, entre outras.

A edilidade removeu, igualmente barracas do tipo “Quiosques” fixadas em lugares inadequados para a comercialização de produtos.

Para além das bancas, a corporação recolheu todas mercadorias e carrinhas de mão deixadas de forma desordenada nos passeios pelos informais.

De acordo com jornal Noticias, logo pela manhã, os vendedores chegaram ao local e depararam-se com a força operativa da PM, polícia de protecção e canina posicionados no local impedindo qualquer tentativa de ocupação dos passeios, para além da ausência das mercadorias.

Os membros da corporação seguravam nas suas mãos bombas de gás lacrimogéneo para usá-lo em caso de necessidade, um vez que os vendedores estavam reunidos em grupos como se estivessem a programar uma acção de retaliação.