Morreu médico que adiou casamento para tratar pessoas infetados por coronavírus

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Um médico de 29 anos, que trabalhava na linha da frente do combate ao Covid-19 (coronavírus), em Wuhan, morreu depois de ter contraído o vírus. O jovem médico tencionava casar-se no Ano Novo Chinês, que se comemora a 25 de janeiro, mas acabou por adiar o enlace para poder tratar pacientes infetados.

Peng Yinhua, que trabalhava no Jiangxia district People’s No. 1 Hospital, morreu esta quinta-feira, revelou a agência noticiosa Xinhua.

Ainda de acordo com o meio de comunicação chinês, pelo menos oito profissionais de saúde morreram depois de terem sido infetados pelo vírus, que se acredita que tenha maior impacto nos pacientes mais velhos devido às comorbilidades – presença de outras doenças – associadas.

Recorde-se que, até ao momento, há 2.236 mortos confirmado por Covid-19.

Além dos mais de 2.200 mortos na China continental, morreram três pessoas no Japão, duas na região chinesa de Hong Kong, quatro no Irão, uma nas Filipinas, uma em França, uma em Taiwan e uma na Coreia do Sul.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei, no centro do país, para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.(Noticias ao minuto)