“Cláudio Ismael diz que os promotores de eventos estão a matar a cultura Moçambicana”

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Aqui em Moçambique é sabido por todos que, os consumidores da música valorizam mais os artistas internacionais do que os nacionais, mas essa culpa foi dos apresentadores Moçambicanos que no início sempre promoveram a cultura estrangeira, por considerar na época a música nacional não possuir a qualidade. Mas o cenário actual é totalmente diferente, a música Moçambicana já contém a qualidade e padrão internacional, mas nem isso muda nada por parte dos promotores de eventos que continuam a convidar os artistas internacionais para fazerem shows no solo pátrio.

Indignado com este cenário que tende piorar o músico e compositor, agenciado pela Vidisco Portugal, Cláudio Ismael participou ontem no mais recente canal televisivo do empresário Bang, concretamente no programa CELEBRIDADES, onde falou sobre a música.

Cláudio disse que é muito ridículo logo no início do ano, chamar o cantor sul africano, autor do hit Jerusalema, que por sinal só possui uma música, para vir fazer espetáculo em Moçambique enquanto que tem artistas com grande capacidade e potencialidade para brilhar, este aspecto é considerado por Cláudio como destruidor da cultura Moçambicana.

Um outro aspecto que foi levado em conta, foi o facto dos promotores de eventos proporcionar prioridade aos artistas estrangeiros, sendo assim estão a matar a cultura.

Cláudio disse também que foi pago para participar no projecto Team de Sonho Angola e Moçambique.