fbpx

“Samurais” precisam vencer Nigéria para manter sonho dos Jogos Olímpicos

O sonho da selecção feminina de Moçambique disputar pela primeira vez os Jogos Olímpicos reinicia nesta quinta-feira (06), na cidade sérvia de Belgrado, onde as “Samurais” precisam derrotar a Nigéria. Os EUA e a Sérvia são as outras selecções na caminhada até Tóquio.

Delma Zita, Ingvild Mucauro, Anabela Cossa, Leia Dongue, Eleuteria Lhavanguane, Elizabeth Pereira, Odélia Mafanela, Deolinda Gimo, Tamara Seda, Nilza Chiziane, Dulce Mabjaia e Ornélia Mutombene são “Samurais” convocadas por Leonel Manhique para a etapa final de apuramento para a mais importante prova desportiva do planeta.

Após alguns dias de preparação na Turquia a nossa selecção estreia-se no principio da noite no pavilhão Aleksandar Nikolic enfrentando as velhas rivais da Nigéria.

As “D’Tigress” reinam no nosso continente desde 2017, nas últimas três partidas venceram a selecção moçambicana, e querem voltar aos Jogos Olímpicos 16 anos depois de terem-se estreado em Atenas, na Grécia.

Uma vitória deverá transformar o sonho das “Samurais” num conto de fadas pois os Estados Unidos da América (EUA), outra das selecções inseridas no Grupo A, tem lugar cativo em Tóquio pelo estatuto de campeãs no mundo.

Se não vencer a Nigéria a nossa selecção terá de conseguir suplantar a Sérvia, anfitriã e terceira melhor selecção da Europa.(@verdade)