Médico de 28 anos morre após trabalhar 10 dias seguidos na luta contra o coronavírus

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Um médico chinês de 28 anos morreu vítima de exaustão após ter trabalhado durante 10 dias seguidos na luta contra o coronavírus na China.

De acordo com o Daily Mail, Song Yingjie sofreu uma paragem cardiorrespiratória. O jovem médico, que trabalhava numa clínica perto da cidade de Wuhan, estava encarregue de verificar o estado de saúde dos motoristas e dos passageiros numa estação rodoviária, desde o dia 25 de janeiro. Song morreu após regressar a casa na passada segunda-feira.

Na China, muitos profissionais de saúde estão a trabalhar dia e noite para curar as vítimas do coronavírus, e até já foi construído um novo hospital em Wuhan. Até ao momento já morreram cerca de 563 pessoas vítimas do surto.

CM