fbpx

Conservatório de Maxixe paralisa actividades por falta de Credelec

Funcionários do estado paralisaram as suas actividades por falta de fundos para comprar credelec.

Segundo o conservador de Maxixe na província de Inhambane, alega que a paralisação das funções é devido a falta de capital para a compra da fatura de energia.

O conservador disse ainda que, não têm data específica, para obter os fundos para comprar credelec. Enquanto não há dinheiro para tal, a instituição vai continuar sem exercer actividades.