SIDA dos gatos é uma das doenças infecciosas mais comuns entre estes felinos

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Conforme aponta a clínica veterinária Restelo Vet, trata-se de uma patologia da imunodeficiência felina causada por um retrovírus do tipo lentivírus. A doença nos gatos assume características semelhantes ao HIV/SIDA dos humanos, porém é importante saber que não afeta as pessoas.

Apesar do vírus não ser dos mais resistentes, tem o poder de afetar gravemente o sistema imunitário dos gatos infectados, deixando os seus pequenos organismos mais debilitados e susceptíveis a contrair infecções e outras doenças.

Causas de contágio

Segundo a clínica Restelo Vet, entre as principais causas de infeção FIV estão o contacto físico e secreções como a saliva – mordeduras, arranhões, partilha de bebedouros e brinquedos, lutas ou contacto sexual. Sendo que as gatas infetadas podem transmitir o vírus às crias durante a gestação ou amamentação.

Sintomas

Inicialmente, os sinais clínicos de FIV podem manifestar-se por febre, perda de apetite, perda de peso, alterações de comportamento, diarreia e problemas de pele. Todavia, por vezes esses sintomas surgem somente numa fase mais avançada da doença.

Mais ainda, à medida que os animais envelhecem surgem falhas imunológicas, alterações sanguíneas, infecções oportunistas, neoplasias e várias doenças crónicas, resultando frequentemente em morte.

Infelizmente, como alerta a clínica veterinária, ainda não há uma cura ou vacina para tratar e prevenir o FIV e o tratamento médico é sintomático. Como tal, a melhor forma de atrasar o desenvolvimento da doença é conseguir um diagnóstico precoce.

(Noticias ao minuto)