Ataque de hoje é início de “dura vingança” diz Irão

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Os Guardas da Revolução iranianos anunciaram hoje que o ataque com mísseis da sua força aérea contra a base militar Ain al-Assad, é um primeiro passo da “dura vingança” pelo assassínio do seu comandante, o general Qassem Soleimani.

Esta base situada no oeste do Iraque, onde estão tropas norte-americanas, foi uma das duas atacadas por mísseis na madrugada de quarta-feira.

“Avisamos o Grande Satã, o regime cruel e arrogante dos EUA, de que qualquer maldade ou violação vai ter uma resposta mais dolorosa”, garantiram os Guardas da Revolução em comunicado distribuído nas redes sociais.

Um porta-voz do Pentágono, Jonathan Hoffman, afirmou em comunicado que não há certeza sobre a eventual existência de vítimas e precisou que foram disparados mais de uma dúzia de misseis balísticos a partir de território iraniano.

LUSA