Dois alegados caçadores furtivos abatidos no Parque Kruger na África do Sul,

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Dois ‘rangers’ sul-africanos mataram dois alegados caçadores furtivos de rinocerontes, durante um tiroteio na noite de quinta-feira no Parque Kruger, anunciou hoje a Direção Nacional de Parques.

Oincidente ocorreu quando uma patrulha antirroubo encontrou um grupo de três pessoas, equipadas com uma arma de fogo e equipamento de caça furtiva, refere a Direção Nacional de Parques (SANParks, no acrónimo inglês), em comunicado.

“Durante esse contacto, dois dos suspeitos foram fatalmente feridos, e o terceiro conseguiu escapar sob a cobertura da escuridão”, acrescenta a SANParks.

A África do Sul, que alberga cerca de 80% da população mundial de rinocerontes, é fortemente afetada pela caça furtiva.

Segundo as mais recentes estatísticas oficiais, e embora se verifique uma queda pelo terceiro ano consecutivo, 769 rinocerontes foram mortos em 2019.

No total, estima-se que mais de 7.000 destes animais tenham sido caçados nos últimos 10 anos.

A caça furtiva é fortemente alimentada pela procura de chifres de rinoceronte, em particular no continente asiático, onde a medicina tradicional lhes atribui propriedades terapêuticas

LUSA

Loading...