Homem assassina esposa por fazer planeamento familiar em Inhambane

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Em plena campanha de activismo pelo fim da violência baseada no género um cidadão assassinou a sua esposa na Província de Inhambane, com recurso a uma catana, porque finada aderiu ao planeamento familiar.

O criminoso de 43 anos de idade, trabalhador na África do Sul, insurgiu-se contra a esposa, de 38 anos de idade, quando descobriu que ela decidiu unilateralmente iniciar o planeamento familiar dos futuros filhos do casal.

Na sequência do desentendimento o cidadão, com recurso a uma catana, tirou a vida da esposa na zona de Mahalamba, no Distrito de Inharime, na Província de Inhambane.

(@verdade)