Homem morre após ser lambido pelo seu cão

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Um homem ficou gravemente doente depois de ter sido lambido pelo seu cão e acabou por morrer após ter ficado com uma infeção rara passada pela saliva do animal. O paciente não identificado, de 63 anos, era completamente saudável antes de ter contraído a doença devastadora.

Antes de morrer, o homem esteve internado durante mais de duas semanas no hospital com várias condições incluindo pneumonia, gangrena e febres de mais de 40.ºC. Quando foi ao hospital pela primeira vez tinha sintomas como se se tratasse de uma gripe, febre e dificuldades em respirar.

A batéria, chamada Capnocytophaga canimorsus, é normalmente transmitida através de picadas de insetos, mas também pode ser transmitida através da saliva.

O caso foi retratado na revista científica European Journal of Case Reports in Internal Medicine por médicos do Rote Kreuz Krankenhaus, uma clínica em Bremen, na Alemanha.

No momento em que começaram o tratamento médico o homem já tinha desenvolvido uma sépsis e encontrava-se nos cuidados intensivos para tentarem salvar-lhe a vida. Nos primeiros quatro dias em que esteve no hospital ficou pior e começou a desenvolver erupções cutâneas na cara, dores e nódoas negras nas pernas.

Depois a infeção atingiu-lhe os rins e o fígado começou a deixar de funcionar, bem como a sofrer de coágulos sanguíneos, que acabaram por levar a uma paragem cardíaca.

Ainda foi mantido em suporte de vida, mas rapidamente deteriorou e, após uma falha de órgãos generalizada, acabou por morrer passados 16 dias de ter entrado no hospital.(Noticias ao minuto)