Smartphone dobrável da Huawei já chegou às lojas

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O grupo chinês de telecomunicações Huawei começou hoje a vender o seu telemóvel inteligente dobrável sem aplicações do Google ou ‘chips’ fabricados nos Estados Unidos, após Washington banir o fornecimento de tecnologia-chave para a empresa.

O smartphone chega com o diferencial da tela flexível que pode chegar a 8 polegadas e conjunto com com quatro câmeras, sendo uma delas o sensor 3D. A ficha técnica avançada conta com processador Kirin 980, memória RAM de 8 GB e armazenamento de 512 GB, além de uma bateria poderosa de 4.500 mAh.

O MateX teve que recorrer aos ‘chipsets’ Kirin 980 e Balong 5000, de fabrico próprio, e alternativas chinesas para aplicações de música, mapas e outros serviços oferecidos pela Google.

O novo ´smartphone´ usa o sistema operacional EMUI 9 da Huawei, que é baseado no sistema Android da Google. As autoridades norte-americanas dizem que as empresas poderão vender alguns produtos para a Huawei, mas ainda estão dependentes de licenças emitidas pelo Departamento de Comércio norte-americano.

A Huawei ainda não anunciou planos de vendas fora da China para o MateX.

Em setembro passado, a empresa lançou um sistema operacional próprio, o HarmonyOS, que disse poder substituir o Android, caso seja necessário.