Ultimate magazine theme for WordPress.

Detido maior traficante de seres humanos do mundo

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A polícia brasileira deteve Saifullah al Mamun, considerado o maior traficante de seres humanos do mundo. O homem, natural do Bangladesh, foi um dos oito detidos de uma operação das autoridades brasileiras em conjunto com as forças de segurança norte-americanas realizada na quinta-feira no Brás, região central de São Paulo. É nos EUA que enfrenta várias acusações de tráfico de migrantes, sendo que a sua prisão foi decretada ainda esta semana.
A operação, cujo nome de código foi “Estação Brás”, decorreu em 20 países ao mesmo tempo – tudo começou com uma denúncia anónima feita em 2018 à Polícia Federal brasileira, que contou com a cooperação da agência americana para imigração, a US Immigration and Customs Enforcement.

Al- Mamun, que era procurado pela Interpol, é acusado de liderar um esquema que trazia emigrantes de países como Bangladesh, Afeganistão, Nepal e Paquistão para o Brasil. Entravam no país pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos, com passaportes e documentos todos fornecidos pelo suspeito. A imprensa brasileira avança que Al-Mamun teria na sua rede funcionários de consulados, de embaixadas e até da polícia civil.

Depois, cada uma dessas pessoas pagava à organização oito mil euros para chegar aos EUA. A Polícia Federal revelou que os criminous mantinham contacto com taxistas por aplicações de conveesação, como o WhatsApp ou o Messenger, e mandavam fotografias dos migrantes para que os motoristas os pudessem reconhecer. Seguia-se uma longa e perigosa viagem percorrendo toda a América Central até ao México, onde tentariam cruzar a fronteira.

Além das detenções, as autoridades ordenaram o congelamento de 40 contas bancárias.

(CM)