Ultimate magazine theme for WordPress.

Jovem descobre que tem duas vaginas após anos de dores agoniantes

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Uma mulher de 19 anos descobriu que tinha duas vaginas e dois úteros após se ter tornado sexualmente ativa com o namorado.

Molly-Rose Taylor, britância residente em Sydney, queixava-se de dores agoniantes durante os períodos da menstruação, mas os médicos sempre descartaram a hipótese de haver algo de errado consigo. A jovem britânica chegava até a delirar e a desmaiar, tal era a intensidade das dores.

Molly-Rose tem um septo longitudinal que separa a sua vagina em duas, o que a faz menstruar duas vezes. “Os médicos sempre disseram que as dores que eu tinha era da idade e do meu corpo ainda ser muito jovem. Desde os 12 anos que faço tratamentos para tentar reduzir o fluxo intenso e as dores que tenho. Quando me tornei sexualmente ativa com o meu namorado comecei a preocupar-me seriamente porque era muito doloroso”, conta.

“Percebi que havia um pedaço de pele que separava a minha vagina e senti-me muito envergonhada”, contou ao jornal The Mirror.

Antes de ser diagnosticada, Molly-Rose foi até aconselhada a realizar exames para despistar a possibilidade de sofrer de alguma Doença Sexualmente Transmissível (DST). Sem quaisquer resultados, a jovem decidiu submeter-se a um exame vaginal invasivo, e em apenas dois minutos, os médicos descobriram que tinha dois úteros e duas vaginas.

Em agosto de 2017, Molly-Rose realizou uma operação para remover o septo longitudinal no Hospital Universitário de Londres. Apesar de ainda não estar totalmente recuperada, garante que a sua vida mudou e assume um compromisso para continuar a viver a sua vida com a maior normalidade.

CM