Ultimate magazine theme for WordPress.

CNE diz que tudo fará para que a votação decorra sem nenhum tipo de ameaça

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) diz que tudo fará para que a eleição do próximo dia 15 de Outubro decorra, sem nenhum tipo de ameaça à vida das pessoas, nas zonas onde têm estado a ocorrer ataques de homens armados.

A declaração foi feita esta quinta-feira, em Maputo, pelo Presidente da CNE, Abdul Carimo, na recepção da Missão de Observadores Eleitorais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Tudo faremos para que a eleição decorra onde for possível e não houver nenhum tipo de ameaça à vida das pessoas, temos que preservar a vida das pessoas. A CNE vai se reunir para analisar os postos onde existe algum perigo, que não são muitos, e decidir como é que vamos fazer sobre esta matéria”, frisou o presidente da Comissão Nacional de Eleições, Abdul Carimo.

Entretanto, mais de vinte mil mesas de assembleias de voto serão instaladas para atender, na próxima terça-feira, os perto de treze milhões de eleitores inscritos no país e na diáspora.

Segundo o porta-voz do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, Cláudio Langa, estão reunidas as condições para que a votação da próxima terça-feira, 15 de Outubro, decorra sem sobressaltos. (RM)