Ultimate magazine theme for WordPress.

Polícia moçambicana deteve dois suspeitos de assassinato de observador eleitoral em Gaza

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A polícia moçambicana deteve dois suspeitos do grupo que baleou observador eleitoral da ONG Sala da Paz, na segunda-feira, na província de Gaza. Anastácio Matavel foi baleado dez vezes e não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informação divulgada na página do Facebook da Sala da Paz, os dois cidadãos detidos “faziam parte do grupo de cinco pessoas que estiveram envolvidas no assassinato do ativista Anastácio Matavel. Dois perderam a vida no local e um encontra-se em fuga.”

Anastácio Matavel saía de uma formação de observadores “onde fez a abertura da sessão” e depois de entrar no seu automóvel, foi “seguido e baleado” por desconhecidos, informou a plataforma da sociedade civil moçambicana que se dedica à observação eleitoral.

Em conferência de imprensa, a Sala da Paz classificou o ato como “bárbaro”, apelando às “autoridades competentes para uma investigação apurada com vista a encontrarem-se os autores do crime”. Segundo a organização não-governamental (ONG), trata-se de um “crime hediondo” e os autores devem ser punidos “de forma exemplar”.

DW

Loading...
moznews.co.mz