Ultimate magazine theme for WordPress.

Homem dado como morto regressa a casa e deixa mãe em estado de choque

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Uma mulher russa foi surpreendida quando passados quatro meses do funeral do filho, este lhe apareceu à porta de casa na cidade de Kronstadt, Ilha de Kotlin, na Rússia.

Antonina Mikhailovna, de 62 anos, tinha identificado erradamente o corpo do filho, Konstantin, depois deste ter sido dado como desaparecido em março de 2018.

O corpo – de um homem cuja identidade ainda não foi descoberta – foi cremado e as cinzas enterradas numa cerimónia organizada pela mulher e a filha de Konstantin.

Quatro meses depois, Konstantin apareceu à porta de casa da mãe.

O homem de 43 anos, disse que precisou de tempo para “pensar no significado da vida e sobre o rumo que lhe queria dar”, de acordo com relatos da imprensa local.

Konstantin, esteve desaparecido durante seis dias até que a mãe resolveu contactar a polícia.

Mikhailovna diz que um dos piores dias da sua vida foi quando as autoridades ligaram a dizer que tinham encontrado um corpo que acreditavam ser do seu filho.

A mulher, de 62 anos, já pediu desculpa pelo erro na identificação do corpo, justificando a confusão dizendo que na altura estava muito perturbada: “Ele era-me muito familiar por isso confirmei à polícia que se tratava do corpo do meu filho”.

A polícia já está a investigar a identidade do homem que foi cremado e enterrado em nome de Konstantin

CM

Loading...
moznews.co.mz