Ultimate magazine theme for WordPress.

Presidente do Zimbabué declara Mugabe como “herói nacional”

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O Presidente do Zimbabué, Emmerson Mnangagwa, declarou o seu antecessor, Robert Mugabe, que morreu hoje, como “herói nacional”, o maior reconhecimento a título póstumo no país da África Austral.

Num anúncio feito ao país, Mnangagwa referiu que o Zimbabué irá cumprir um período de luto até ao funeral de Mugabe, sem especificar quando decorrerá.

Mugabe, que liderou o Zimbabué por 37 anos, morreu hoje, aos 95 anos, rodeado pela sua família e pela sua mulher, Grace, em Singapura, onde recebia cuidados médicos, sendo que o seu corpo continua no país asiático.

O atual chefe de Estado zimbabueano agradeceu a Singapura pela “sua hospitalidade e pelos cuidados médicos ímpares” que Mugabe recebeu.

O ex-Presidente do Zimbabué estava a receber tratamento médico na cidade asiática há cinco meses.

Mnangagwa, antigo número dois de Mugabe – que o chegara a despedir em 2017 -, considerou que o antigo chefe de Estado zimbabueano foi “um grande professor e mentor” e “um estadista assinalável”.

Mugabe nasceu em 21 de fevereiro de 1924. Na década de 1970 liderou uma campanha de guerrilha contra o Governo da ex-colónia britânica.

Em 1979, a então primeira-ministra britânica Margaret Thatcher anunciou que o Reino Unido reconheceria oficialmente a independência da Rodésia, como era designado naquela altura o país. Mugabe foi eleito primeiro-ministro no ano seguinte.

Robert Mugabe deteve o poder no Zimbábue durante 37 anos, antes de ser derrubado num golpe de Estado em novembro de 2017, tendo sido substituído por Emmerson Mnangagwa, então seu vice-Presidente.

LUSA

Loading...
moznews.co.mz