Ultimate magazine theme for WordPress.

Não existe comprimido que previne HIV com eficácia que preservativo

O Conselho Nacional de Combate ao SIDA esclarece que a Profilaxia Pré-Exposição, tratamento feito com um comprido com vista a reduzir os riscos de contaminação, deve ser combinado com outras formas de prevenção.

Nas últimas 48 horas, começaram a circular nas redes sociais mensagens como esta: “previna-te do HIV tomando a PrEP”. A mensagem que consta de um cartaz do Ministério da Saúde, está a ser mal interpretada, levando milhares de pessoas a acreditarem que é possível prevenir o vírus da Sida, bastando para tal tomar um comprimido.

Profilaxia Pré-exposição, como é tecnicamente chamado, antes de uma relação sexual com alguém infectado. Entretanto, o Conselho Nacional de Combate ao SIDA esclarece que a profilaxia pré-exposição não substitui o preservativo na prevenção de infecções sexualmente transmissíveis. “A PrEP não é para todos. Deve ser prescrita por pessoal clínico e é indicada para pessoas que têm maior risco de entrar em contacto com o vírus” informou Francisco Mbofana, secretário executivo do Conselho Nacional de Combate ao SIDA.

Francisco Mbofana diz ainda, que a implementação do tratamento da doença através da profilaxia pré-exposição ainda não é efectiva, estando este momento em fase piloto.

Dados oficiais indicam que a taxa de prevalência do HIV no país aumentou para 13,2 por cento entre a população adulta dos 15 aos 49 anos de idade, contra os 11,5 por cento registado em 2009.

OPAIS

Loading...