Ultimate magazine theme for WordPress.

Mulher que teve um filho aos 50 anos diz-se farta que achem que é avó do menino

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Dawn Pullen-Lee, de 52 anos, é uma mãe como outra qualquer, orgulhosa do seu filho Llywelyn. No entanto, a idade com que foi mãe faz com que muitas das vezes Dawn, de Treharris, do País de Gales, seja confundida com a avó do menino, coisa que a deixa muito desagradada.

O processo até engravidar foi moroso e difícil. Esta mulher passou por três tratamentos de fertilização in vitro, gastou as poupanças de vida para pagar os tratamentos caros e teve de usar os óvulos da mulher de 36 anos, pois os seus, devido à idade, já não eram suficientemente bons.

Rebecca, a mulher de Dawn, já tinha três filhos. Em 2016, Dawn conseguiu engravidar mas agora, dois anos depois do parto, confessa estar farta que as pessoas na rua achem que é avó do pequeno Llywelyn.

“As pessoas na rua olham para mim às vezes e perguntam ‘você é a avó?'”, conta a mulher.

A decisão de querer ser mãe pela primeira vez chegou tarde, em 2013, após conhecer Rebecca.

“Depois do meu primeiro tratamento, disseram-me que eu tinha menos de 40% de hipóteses de engravidar por causa da minha idade. Eu era a mãe mais velha do hospital. Os médicos estavam preocupados porque havia um risco maior de o bebé ter Síndrome de Down”, conta Pullen-Lee.

“Obtivémos 30 óvulos da minha mulher que foram fertilizados no laboratório e à terceira tentativa funcionou”, revela.

Dawn diz que se sente muito sortuda por ter conseguido engravidar na idade dela.

CM

Loading...
moznews.co.mz