Ultimate magazine theme for WordPress.

5 sinais de que algo se passa com a sua vag!na

Existem inúmeros sinais que a sua vagina lhe pode estar a transmitir de que algo não está bem.

De acordo com a ginecologista britânica Anne Henderson, em declarações ao jornal The Independent, é extremamente importante saber exatamente o que se está a passar nas partes íntimas.

“Uma das principais razões pelas quais as infeções não são devidamente tratadas deve-se ao facto de que as mulheres não se apercebem que estão a experienciar sintomas que não são de facto normais”, referiu.

Alertando: “As mulheres devem examinar a vulva pelo menos a cada dois ou três meses, devem ter em atenção a cor da pele, a anatomia e o formato”.

Eis cinco sinais de alarme, segundo a médica, que jamais pode ignorar:

1. Corrimento

Anne explica que muitas mulheres preocupam-se com corrimento ocasional, quando na maioria das vezes não é verdadeiramente um problema.

“Porém, quando o corrimento é excessivo e o liquido é espesso tal pode ser indicador da proliferação de determinadas bactérias e patogénicos, o que por sua vez remete para possíveis infeções ou doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como gonorreia ou clamídia.

2. Comichão

Ter comichão na vulva pode ser a manifestação de vários problemas mais graves, entre eles DSTs, ou problemas mais corriqueiros, como por exemplo o uso de tampões, toalhitas íntimas ou roupa interior confecionada a partir de determinados tecidos sintéticos (poliéster ou renda).

Por outro lado, a comichão na vagina pode ser provocada pela secura da área, um sinal de menopausa.

3. Dor

Se sente dor durante a relação sexual não ignore, pode ser um sintoma de que está com uma infeção grave ou inflamação no cérvix, a começar a menopausa ou de que está a sofrer de algum tipo de desequilíbrio hormonal devido à falta de estrogénio.

4. Alterações no odor

“Se notar mudanças drásticas no cheiro acompanhadas por corrimento intenso deverá consultar de imediato um ginecologista, poderá estar a experienciar uma vaginite bacteriana”, avisa a médica.

5. Caroços, quistos, úlceras ou feridas abertas

A maioria dos caroços ou quistos na área da vulva são completamente benignos, provocados pelo tipo de roupa interior que usa e que pode causar irritação na derme.

Todavia, e em casos mais raros, esse tipo de lesões pode indicar doenças graves, incluindo cancro na vulva.

O cancro na vulva manifesta-se sobretudo através de úlceras ou feridas abertas.

“Pode sentir um grande desconforto na área, sensação de ardor e comichão. Alterações como estas devem ser imediatamente observadas pelo seu médico de família ou ginecologista”, alerta Anne Henderson.

Loading...