Ultimate magazine theme for WordPress.

Nelson Chamisa deverá eleito como líder do principal partido da oposição do Zimbabué

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

O advogado Nelson Chamisa deverá ser hoje eleito como líder do principal partido da oposição do Zimbabué, o Movimento pela Mudança Democrática (MDC), durante o seu primeiro congresso após a morte do fundador, Morgan Tsvangirai.

Derrotado na eleição presidencial de 2018, Nelson Chamisa, de 41 anos, comanda o partido desde a morte de Tsvangirai, há um ano, sem ter sido formalmente eleito pelos membros do MDC.

Sendo o único candidato anunciado à liderança do MDN neste congresso, Chamisa deverá ser eleito sem dificuldade pelos cerca de 10 mil delegados que estão reunidos desde sexta-feira na cidade de Gweru, no centro do Zimbabué.

“Vamos ter um novo líder, Nelson Chamisa”, indicou o porta-voz do partido, Jacob Mafume.

Esta eleição deverá também acabar com a controvérsia jurídica causada pela decisão de um tribunal, no início deste mês, de anular o processo de nomeação de Nelson Chamisa.

Candidato pelo MDC nas eleições presidenciais de julho de 2018, Chamisa foi derrotado por Emmerson Mnangagwa, Presidente em exercício e candidato do partido no poder, tendo acusado o seu opositor de fraude eleitoral e recusado a reconhecer a sua vitória.

Lançado em 1999, o MDC é o principal partido da oposição à União Nacional Africana do Zimbabué-Frente Patriótica (ZANU-PF), no poder desde a independência do país, em 1980. Em 2008, Morgan Tsvangirai, antigo primeiro-ministro, venceu Robert Mugabe, na primeira volta das eleições presidenciais, tendo desistido de participar numa segunda volta após uma onda de violência contra os seus apoiantes.

Morgan Tsvangirai morreu no ano passado, vítima de cancro.

LUSA

Loading...
moznews.co.mz